Lallemand Animal Nutrition
Brazil - Português   [ Alterar ]

COVID-19 Info
Gostaríamos de informar nossos clientes e parceiros que estamos fazendo todos os esforços para garantir a continuidade de nossos serviços durante esse período. Adotamos planos de contingência em nossas instalações de produção e administração e, até o momento, nossa produção está sendo executada sob rigorosas medidas de segurança para proteger a saúde de nossa equipe. Manteremos nossos clientes informados à medida que a situação evoluir.

Novidades

set 30, 2011

A levedura viva Lallemand, Levucell SC, recebe autorização para uso em equinos na Europa e Brasil

set 30, 2011

A Autoridade Européia para a Segurança dos Alimentos autorizou seus países-membro a usarem a levedura viva Levucell SC em eqüinos. Na avaliação da agência, o probiótico Saccharomyces cerevisiae CNCM I-1077 — Levucell SC20 e Levucell SC 10ME, forma micro encapsulada para uso em rações peletizadas – atua como melhorador da digestibilidade em cavalos.

Testes conduzidos com Levucell SC em cavalos comprovaram que a levedura probiótica melhorou significativamente a digestibilidade da fibra e da matéria seca em geral. Levucell SC exerce um efeito na microflora intestinal dos equinos, estimulando o crescimento da população de bactérias celulolíticas, que aumentam a digestibilidade da fibra. Esses efeitos se traduzem em visíveis benefícios para o cavalo, incluindo maior aproveitamento da forragem, melhor eficiência alimentar e, consequentemente, ganho de peso, desempenho e bem-estar geral.

Na Europa, aditivos zootécnicos como os probióticos estão sujeitos a regulamentos e requerimentos estritamente severos. Essas exigências por parte de um grupo especializado de cientistas incluem uma profunda avaliação da identidade, composição, qualidade, segurança e eficácia da cepa específica na espécie animal alvo. Assim, este é um processo longo, demandando significativos investimentos pelo fabricante. O modo de ação do Levucell SC é documentado por mais de 40 publicações baseadas em mais de 15 anos de pesquisas científicas em parceria com o French Agronomy Research Institute (INRA) e com outras instituições internacionais de pesquisa.

Com mais esta aprovação de uso do produto, as autoridades européias reconhecem que o princípio ativo é seguro para a saúde animal, saúde humana e meio ambiente, além de ser efetiva para reforçar a digestibilidade de fibras e o desempenho desses animais.

Seguindo-se a essa autorização, os estudos foram submetidos às autoridades brasileiras, sendo o registro de toda a linha Levucell SC (LSC 20, LSC 10ME e LSC FARM, além do mais recente produto, LSC 10ME TITAN) autorizada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento como aditivo probiótico para nutrição de eqüinos.

Levucell® SC já possui autorização para uso em vacas leiteiras, gado de corte, cordeiros de engorda e também ovelhas e cabras leiteiras.