Lallemand Animal Nutrition
Brazil - Português   [ Alterar ]
Novidades

ago 13, 2015

Pesquisa independente no Brasil confirma que Lalsil Cana continua sendo o inoculante de silagem mais efetivo para cana-de-açúcar

ago 13, 2015

Resumo feito a partir de estudo realizado por (dos Santos et al., 2015) publicado na Animal Feed Science and Technology. Veja referência completa no final do artigo.

CONTEXTO

A cana-de-açúcar ensilada se utilizada em certas proporções na dieta e para determinadas categorias, tem se mostrado uma fonte de forragem economicamente interessante.

O uso da cana-de-açúcar ensilada nos anos de 1970 e 1980 foi frustrante devido à incapacidade de controle da fermentação alcoólica. Até o final dos anos de 1990, os inoculantes comerciais encontrados no Brasil, continham somente linhagens de bactérias homofermentativas produtoras de ácido lático exclusivo, como o Lactobacillus plantarum, por exemplo. Esses microrganismos não se mostraram efetivos na ensilagem da cana-de-açúcar; pelo contrário, seu uso comprometeu o valor nutritivo e estabilidade aeróbia da silagem.

Foi no início dos anos 2000 que um inoculante contendo bactérias heterofermentativas, produtoras de ácido acético e propiônico, além do ácido lático, o Lactobacillus buchneri NCIMB 40788 (Lalsil® Cana – Lallemand Animal Nutrition) foi avaliado e demonstrou melhorar a estabilidade aeróbia e perfil fermentativo das silagens por meio do controle de leveduras.

OBJETIVOS

Comparar o valor nutritivo, as perdas totais de matéria seca e a estabilidade aeróbia de silagens de cana-de-açúcar inoculadas com dois produtos comerciais (Lalsil® Cana x produto contendo Lactobacillus plantarum)

MA TERIAL E MÉTODOS

LOCAL: Universidade Federal Rural de Pernambuco, Brasil.

ANO: 2015.

FORRAGEM: Cana-de-açúcar colhida e ensilada com 14 meses de idade, média de 21% de MS e 20º Brix. Tamanho médio da partícula aproximadamente 2,0 cm. Foram utilizados silos experimentais em PVC (50 cm altura x 10 cm diâmetro), mantidos fechados por período de 30 dias.

TRATAMENTOS: Tratamento A: Inoculante contendo bactéria heterolática (Lalsil® Cana, Lactobacillus buchneri, cepa NCIMB 40788, 5 x 104 ufc/g), seguindo recomendações de rótulo do fabricante (100g/ 50t).

Tratamento B: Inoculante contendo duas cepas de bactéria homolática (Lactobacillus plantarum, 1×105 ufc/g), seguindo recomendações de rótulo do fabricante (50g/ 50t).

RESULTADOS

Lalsil® Cana melhorou o perfil fermentativo e diminuiu as perdas de matéria seca de silagens de cana-de-açúcar, quando comparado com outro inoculante comercial contendo L. plantarum.

Gráfico 1

Lalsil® Cana diminuiu o teor de nitrogênio amoniacal e reduziu as perdas de MS (matéria seca) de silagens de cana-de-açúcar. Já havia sido relatado por diversos autores (Reis et al., 2004; Pedroso et al., 2007) que quando utilizados inoculantes com bactérias homofermentativas (L. plantarum) há maiores perdas de MS decorrentes da extensa produção de etanol pelas leveduras.

Lalsil® Cana melhorou o valor nutritivo e a estabilidade aeróbia de silagens de cana-de açúcar, quando comparado com outro inoculante comercial contendo L. plantarum.

Gráfico 2

Além de aumentar as perdas de MS, a fermentação alcoólica pode ser responsável por perdas de valor nutritivo, fato anteriormente evidenciado no estudo de Pedroso et al. (2007). Em ambas as pesquisas a resposta foi semelhante, com decréscimo na DIVMS (digestibilidade in vitro da matéria seca) para as silagens de cana-de açúcar inoculadas com bactérias homofermentativas (L. plantarum).

A estabilidade aeróbia também está relacionada ao controle da população de leveduras, já que esta população de microrganismos é a primeira responsável pelo aquecimento da massa após a abertura do silo. A silagem inoculada com Lalsil® Cana apresentou-se 104 horas mais estável que a silagem inoculada com Lactobacillus plantarum.

CONCLUSÃO

O uso do inoculante Lalsil® Cana melhorou a estabilidade aeróbia de silagem de cana e, comparado com a silagem de cana-de-açúcar inoculada com Lactobacillus plantarum, apresentou melhor valor nutritivo e perfil fermentativo.

Artigo original: Dos Santos, W.C.C.; do Nascimento, W.G.; Magalhães, A.L.R.; Silva, D.K.A.; Silva, W.J.C.S.; Santana, A.V.S.; Soares, G.S.C. Nutritive value, total losses of dry matter and aerobic stability of the silage from three varieties of sugarcane treated with comercial microbial additives. Animal Feed Science and Technology, v. 204, p.1-8, 2015.